Preta Gil detona “Pânico na Band”: “O que considero repugnante não me atinge”

Preta Gil está chateada com o “Pânico”
Fonte: RD1

O clima entre Preta Gil e a produção do “Pânico na Band” não poderia ser pior. A cantora foi abordada por humoristas, segundo reportagem do programa exibida neste domingo (06), e foi ríspida com Gui Santana após ele oferecer roupas de André Marques à ela.

 

“São roupas masculinas, que não fazem partem do meu manequim. Não vou aceitar porque não vou usar, tanta gente precisando, vamos dar para quem precisa. Esperava receber flores de vocês e um pedido de desculpas”, disse Preta, que emagreceu recentemente após participar do “Medida Certa”, do “Fantástico”.

 

Nas redes sociais, ela desabafou sobre a situação incômoda com o humorístico:

 

“Aprendemos a amar, respeitar ao próximo, cuidar e proteger quem amamos. Meu caráter foi formado nessas bases e assim eu eduquei meu filho. Somos incapazes de ofender, diminuir ou menosprezar os outros, seja ele um homem rico ou pobre, preto ou branco, gordo ou magro, hétero ou gay. Hoje sou uma mulher mais madura e mais segura, portanto, o que considero repugnante, não me atinge. Não quero citar nomes pois não quero dar ibope para tais pessoas ou programas. É lamentável que um artista ou qualquer ser humano precise passar por certas situações constrangedoras, uma pena. Já me defendi e me protegi uma vez e, se for preciso, farei de novo!! Beijos, fiquem com Deus e uma ótima semana a todos. #respeito #pramimissonãoéhumor #piadavelha”.

 

Em tempo:

 

Vale lembrar que Preta Gil já processou o “Pânico na Band” por conta do humorístico ter usado uma mulher fora de forma para simular seu “afogamento” em uma praia. O programa, na época, ainda fez uso de um guindaste para retirar a mulher, como se faz no resgate de uma baleia encalhada.


Comentários