Boa noite. 18 de Agosto de 2017
18°MIN. 
38°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Premiada peça teatral será exibida em Rondonópolis

Fonte: Primeira Hora, com assessoria | Publicado em: 05/05/2016 às 16:11
  • Compartilhe


Foto: Ilustrativa

A peça teatral O Olhar de Neuza, vencedora do prêmio paranaense “Troféu Gralha Azul” nas categorias de melhor espetáculo, melhor atriz, direção, texto e música, será encenada de 25 a 29 de maio no Sesc Rondonópolis.

 

 

Esta iniciativa da Abração Filmes Produtora de Artes, de Curitiba/Paraná, foi viabilizada pelo Governo Federal e o Ministério da Cultura - Lei Rouanet, contando com o patrocínio da Petrobras Distribuidora, através de projeto selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016.

 

Após a realização de cada apresentação, o público será convidado a participar de um bate papo informal. Nesta oportunidade vamos aproveitar para refletir sobre as questões levantadas pelo espetáculo e os elementos que foram utilizados para a criação do mesmo.

 

Além das apresentações teatrais, este projeto prevê a realização de encontros com grupos teatrais locais para troca de experiências entre os fazedores de teatro. A ideia é proporcionar um importante espaço para reflexões sobre os temas que permeiam a realidade dos grupos e seus saberes.

 

Teremos ainda a realização de oficinas teatrais intituladas: Ser Ator – a prática criativa, dirigidas ao público de jovens e adultos. O objetivo principal é repassar o trabalho que vem sendo desenvolvido dentro da Abração Filmes, através de suas práticas diárias para o desenvolvimento do ator.

 

Todas as ações do projeto são gratuitas.

 

A novidade fica por conta do instrumento de acessibilidade: todas as sessões do espetáculo serão acompanhadas por um intérprete de libras, possibilitando a participação dos surdos interessados em assistir ao espetáculo.

 

Selando a parceria com o Sesc Mato Grosso e o Sesc Pantanal, as ações do projeto serão realizadas nas unidades do Sesc de ambas as cidades.

 

Inspirado na obra “A Mulher que Cai”, do escritor curitibano Guido Viaro, O Olhar de Neuza narra a história de uma mulher de meia-idade, na tentativa de escapar de seu cotidiano e rever sua vida, expondo os conflitos da mulher madura que atravessa a fase da menopausa. Guido Viaro comenta que quis abordar a vida das mulheres que não estão num período valorizado pela sociedade, “A juventude é a moeda de troca da mulher. Na menopausa, a mulher perdeu o valor social e o valor humano. É o momento em que precisa vestir a fantasia de ‘titia’ ou ‘vovó’, um papel dessexualizado e se contentar com as sobras sociais”.

 

“Fabiana Ferreira conduz a cena com maestria corporal e vocal. É preciso muito pique para compor as explosões de Neuza. Neuza é uma fera enjaulada prestes a voar e a atriz nos mostra o olhar dessa fera, numa representação que nos leva ao riso e ao choro”, comenta a jornalista Isabelle Neri.

 

O Olhar de Neuza expõe uma ferida social: a mulher depois do ápice da maturidade, que sentido ela tem para a sociedade? A mulher atual, beirando os quarenta anos, sabendo que daqui a alguns anos talvez seja uma Neuza, que olhar terá? Da mulher que apenas segue a estrada ou da mulher que questiona e sabe o que a faça realmente feliz.

 

Abração Filmes Produtora de Artes

 

Iniciou suas atividades em 2004 com o objetivo de fomentar, focar, aprofundar e ampliar a investigação cênica do teatro e da dança, bem como da linguagem do áudio visual. Tais áreas culturais fizeram parte dos vinte e cinco anos de carreira de sua fundadora, Fabiana Ferreira, também sócia fundadora da Cia do Abração, empresa parceira da Abração Filmes. Sua intenção é proporcionar um espaço de aprofundamento de dramaturgias para realizar produções artísticas de experiências inovadoras, com temas que versem pelos interesses contemporâneos, de forma a contribuir para o enriquecimento cultural da comunidade da qual faz parte.

 

A busca por uma linguagem estética tem, como ponto de partida, compartilhar a fusão de linguagens, agregando artistas das diferentes áreas (artes visuais, música, dança, teatro e ciência social) para a construção de todas as dramaturgias. Desta forma, a investigação se dá por questionamentos e inquietações humanas e sociais, em busca de uma expressão autoral original, fazendo com que cada criador envolvido na pesquisa, principalmente o ator, seja coautor ativo da obra.

 

O teatro manifestado por forte fisicalidade tem sido característica do trabalho da Abração Filmes Produtora de Artes. A companhia desenvolve um trabalho de preparação técnica cotidiana no qual, entre vários treinamentos, podemos elencar o trabalho de mímica contemporânea, ballet clássico, percepção Espaço, Corpo e Som, Acrobacia, Canto e Instrumento. Desde 2007, através da prática de Residências Culturais, viabilizada por esforço e vontade dos artistas, pudemos compartilhar e agregar ao trabalho de treinamento, a prática do Teatro Primigênio, criado e desenvolvido pelo Diretor paraguaio Wal Mayans. Este trabalho surge de suas experiências europeias, na sua participação da Escola de Teatro Antropológico e na origem de sua criação, com o Italiano Eugenio Barba.

 

A partir de então, a criação teatral toma, também, um sentido ritualístico, influenciado por artes e filosofias orientais, contrapondo-se com a estética final que, quase sempre passeia por influências contemporâneas.

 

Produzindo suas próprias montagens teatrais, a Abração Filmes Produtora de Artes incentiva o teatro profissional, desenvolvendo pesquisas cênicas sempre sob a orientação dos diretores teatrais que fazem parte da sua equipe de criação.

 

A produção profissional de teatro para crianças desenvolvida pela Abração Filmes Produtora de Artes está alicerçada sobre princípios da arte educação e da criação coletiva, onde todos os profissionais envolvidos (elenco, equipe de criação e técnica) pesquisam sobre o assunto e estão cientes do papel que ocupam como formadores de opinião. Os temas abordados em seus espetáculos versam, preferencialmente, sobre alguma obra literária ou assunto relevante de arte e cultura (alguns exemplos são: “Clarice Matou Os Peixes” e “Conto de Coisas e Mães” - literatura infantil brasileira; “um Mundo Debaixo do Meu Chapéu” - dramaturgia chapliniana; “O Trenzinho do Caipira” - Heitor Villa Lobos). Os assuntos são estudados, discutidos e contextualizados no universo da criança. A partir daí o texto e todas as demais dramaturgias vão sendo construídas através da criação coletiva de atores e equipe de criação.

 

A Abração Filmes Produtora de Artes conta com uma equipe de profissionais cujo objetivo é se dedicar a estudar e praticar a vivência teatral e a arte educação. Assim como a experiência de grupo de trabalho e criação coletiva, a fim de que a proposta da Abração Filmes esteja validada em sua vivência diária, e chegue aos demais ambientes com uma maior concretude.

 

Ficha Técnica do Espetáculo O Olhar de Neuza

 

Realização: Abração Filmes Produtora de Artes; Direção: Cristine Conde e Fabiana Ferreira; Texto: Criação Colaborativa; Coreografia: Wal Mayans; Iluminação: Anry Aider; Cenografia: Criação Colaborativa; Figurinos: Cristine Conde; Composição Musical: Karla Izidro; Tradução de Libras: Jonatas Medeiros; Intérprete de Libras: Chiris Gomes; Produção Gráfica: Ivana Lima; Cenotécnico e Operador de Sonoplastia: Lucas Mattana; Elenco: Fabiana Ferreira.

 

Serviço:

 

1. Espetáculo: Dia 25 de maio às 15h e 28 e 29 de maio às 20h.

 

Duração: 60 minutos.

 

Classificação indicativa: Maiores de 16 anos.

 

2. Encontro com os fazedores de teatro local: 28 de maio às 14h.

 

3. Oficina Ser Ator – A Prática Criativa: De 23 a 25 de maio das 18h às 21h.

 

Local das atividades: SESC Rondonópolis - Rua K Quadra 197- Bairro Sagrada Família (Em frente ao Residencial Nova Colina)

 

Ingressos: Todas as atividades são gratuitas.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!