Greve dos professores completa 46 dias sem qualquer previsão para acabar

Foto: Ilustrativa
Fonte: Reportagem - Primeira Hora

A Secretaria Municipal de Educação disse a não a contraproposta enviada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso - Sintep/MT. A representação dos trabalhadores da educação estadual enviou um documento a Seduc, com previsão reajuste salarial imediato. O estado no entanto, só aceita qualquer alteração da folha salarial a partir de 2014.

 

Sem acordo, a greve que completa 46 dias continua sem qualquer previsão para terminar.

 

Ato público

 

Os grevistas realizaram na quinta (26) a tarde um ato público para cobrar um posicionamento do governo.

 

A manifestação marcou o 45º dia de greve dos profissionais da educação em Mato Grosso. A paralisação iniciou em 12 de agosto e foi motivada por uma pauta de reivindicações que envolve melhores condições de trabalho e qualidade na educação pública.


Pauta de reivindicações

 

-Política que vise dobrar o poder de compra dos educadores em até 7 anos;
-Realização imediata de concurso público;
-Chamamento dos classificados do último concurso;
-Garantia da hora-atividade para interinos;
-Melhoria na infraestrutura das escolas;
-Aplicação dos 35% dos recursos na educação como prevê a Constituição Estadual;
-Autonomia da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nos recursos devidos na área.

 


Comentários