Regiões com obras de saneamento recebem trabalho técnico-social

Foto: Assessoria
Regiões com obras de saneamento recebem trabalho técnico-social
Fonte: Primeira Hora com assessoria

Moradores de regiões que estão recebendo obras de esgotamento sanitário e rede de abastecimento de água do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II) irão participar a partir deste mês de reuniões e atividades desenvolvidas por mobilizadores sociais através da Engearte Consultoria, Projetos e Obras, empresa vencedora da licitação. O objetivo é despertar a população para a importância das obras de saneamento básico que estão sendo implantadas.


O trabalho social contempla uma série de ações legitimadas pela comunidade beneficiária, objetivando fomentar a participação ativa, coletiva e individual, nas decisões relacionadas ao conjunto de obras, bem como na utilização dos novos mecanismos de saneamento. As atividades tiveram início em outubro com o levantamento dos dados sócio-econômicos das famílias.


A próxima etapa será a de reuniões com as lideranças, explica Glauce Almeida, assistente social responsável. “Primeiro nos reunimos com as lideranças dos bairros para apresentar a proposta e esclarecer as dúvidas sobre as atividades, além de observar as sugestões e firmar possíveis parcerias no desenvolvimento das ações”, detalha.


Em seguida, a equipe inicia as atividades com a comunidade com a finalidade de disseminar as informações a respeito do projeto de Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, por meio de construção de Ramais Condominiais, Redes Públicas, Estações Elevatórias, Coletores Troncos e um Interceptor envolvendo as questões ambientais, saúde, participação e cidadania.


Alunos de escolas públicas das localidades do projeto também serão envolvidos em ações relacionadas ao meio ambiente. A equipe irá desenvolver atividades em todas as turmas com o objetivo de discutir a questão ambiental global, a questão ambiental da localidade, as possíveis soluções e sensibilizar os alunos para adoção de atitudes pró-ativas em favor do meio ambiente. As ações nas escolas vão ocorrer no primeiro semestre de 2014.


O trabalho técnico-social ainda contempla cursos para geração de emprego e renda. Nesta etapa, a comunidade terá a oferta de capacitações conforme o interesse previamente identificado nas pesquisas, conversas com moradores e reuniões. O projeto será encerrado com um grande evento educativo e ambiental, realizado com parcerias nas áreas de saúde, educação, meio ambiente, cultura, entre outros.


Regiões beneficiadas - O recurso para este trabalho técnico-social e para as obras de saneamento básico são oriundos do Ministério das Cidades, através do Orçamento Geral da União (OGU) e não têm contrapartida do município. As regiões atendidas contemplam o Sistema Aeroporto, formado pelo Residencial Magnólia Araújo, Antônio Geraldino, Padre Lothar, Dom Osório Stofell, Alfredo de Castro Araújo e adjacentes; Sistema UFMT, formado pelo Residencial Sítio Farias, Residencial Dom Bosco, Chácaras Estrela Dalva, Residencial João Antônio Fagundes, Residencial André Maggi, Chácaras Alegria, Chácaras Paraíso, Chácara Beira Rio, Residencial Golden Park, Residencial Bonifácio Saquet, Chácaras Adriana Quito, Residencial Altamirando e adjacentes; Sistema Verde Teto, formado pelo Residencial Verde Teto e pelo Jardim Maria Vetorasso; e Sistema Buriti, formado pelo Edelmina Querubim.

 


Comentários