Bom dia. 30 de Abril de 2017
21°MIN. 
35°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Ford vence Silverstone com o GT e o brasileiro Pipo Derani na abertura do mundial

Fonte: Da Assessoria | Publicado em: 17/04/2017 às 15:45
  • Compartilhe




Foto: Divulgação -

A Ford venceu as 6 Horas de Silverstone, primeira prova do Campeonato Mundial de Endurance 2017, disputada neste fim de semana na Inglaterra, com a participação do brasileiro Pipo Derani. Estreando na categoria GTE Pro, ele formou com os britânicos Andy Priaulx e Harry Tincknell o trio de pilotos que levou o Ford GT 67 à bandeirada final, num brilhante início de temporada.


O outro carro da equipe Ford Chip Ganassi Racing, o Ford GT 66, liderava até o safety-car entrar na pista e terminou em quarto lugar com os pilotos Billy Johnson, Stefan Mücke e Olivier Pla.


"Foi uma maneira fabulosa de começar a temporada", comemora George Howard-Chappell, diretor da equipe no mundial. "Fazer a pole e vencer a corrida com o Ford GT 67 é simplesmente incrível. Estou muito feliz com o trabalho de aperfeiçoamento do carro que fizemos no início do ano, com grande apoio da Michelin nos pneus.”


Andy Priaulx largou com o Ford GT 67 na pole, depois de um ótimo desempenho na qualificação de sábado. Ele manteve a liderança no início, apesar da forte pressão do companheiro de time Stefan Mücke. Os dois GTs correram em primeiro e segundo nas voltas de abertura, até o carro 67 fazer uma parada por problema técnico. Pipo Derani, que correu pela primeira vez na categoria GTE Pro, pilotou o Ford GT 67 na etapa intermediária.


“Não foi uma corrida fácil para mim”, diz Derani. “Tudo é novo, então eu tive de aprender um monte de coisas, incluindo o gerenciamento dos pneus, que no GT é um pouco diferente de um carro P2. Foi uma corrida muito boa e não esperávamos estar aqui, especialmente depois do problema no começo, mas a equipe foi fenomenal, fez um trabalho fantástico e vamos curtir a nossa vitória.”
Sorte de vencedor


A duas horas e meia do fim, um acidente com um carro LMP1 acionou a bandeira amarela. Quando o safety-car entrou na pista, o Ford 66 liderava a corrida e perdeu sua vantagem de 30 segundos. Ao mesmo tempo, a equipe aproveitou para fazer a troca de Derani para Harry Tincknell no GT 67.


“Eu estava sentado conversando com Andy quando ouvi: ‘Harry, capacete!’, e não tive muito tempo de me preparar”, diz Tincknell. "Foi uma corrida longa, mas estava tranquilo dentro do carro e dei tudo o que tinha, focado na bandeira quadriculada.”


Andy Priaulx destaca a persistência do trio vencedor. “Com certeza o safety-car nos ajudou, mas em corridas você faz sua própria sorte. Quando ele saiu, voltamos ao páreo. Saímos daqui liderando o campeonato e queremos continuar assim.”






* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!