Boa noite. 12 de Dezembro de 2017
27°MIN. 
33°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Frente Parlamentar de Logística recebe adesão do Grupo “Transportando Idéias”

Fonte: Da Assessoria | Publicado em: 20/04/2017 às 16:08
  • Compartilhe


A Frente Parlamentar de Logística de Transporte e Armazenagem (Frenlog), liderada pelo senador Wellington Fagundes (PR-MT), recebeu a adesão do Grupo Transportando Idéias, movimento formado por entidades representativas do transporte rodoviário de cargas. Durante um café da manhã nas dependências do Interlegis (Senado) nesta quarta-feira, 19, dirigentes das entidades discutiram por mais de duas horas com deputados federais e senadores medidas para sanar os vários entraves que dificultam o desenvolvimento do setor.


De acordo com Cláudio Cavol, coordenador da entidade e presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul (SETLOG-MS), existem diversos gargalos que travam o setor e que precisam ser superados com a força da legislação. Ele pontuou a necessidade de o Brasil avançar nas reformas e pediu aperfeiçoamento da segurança jurídica.


"Não suportamos mais pagar tantos impostos e assistir a espoliação das riquezas do Brasil de braços cruzados -  protestou Cavol. O Grupo Transportando Ideias (TI) é considerado o maior fórum da América Latina de empresas de Transporte Rodoviário de Carga.


Deputados federais e senadores manifestaram preocupação com o momento de crise que o país enfrenta e se comprometeram em trabalhar a votação das reformas encaminhadas pelo Governo. Ponto de convergência, a reforma trabalhista também foi amplamente discutida. Parlamentares admitiram que se faz necessário trazer a legislação para os dias atuais, já que as leis trabalhistas do Brasil são arcaicas, contraproducentes e oneram tanto empresas quanto trabalhadores.


"O que precisamos é adequar às leis que foram criadas na década de 1940 e que não condizem mais com a realidade” – pediu o empresário.


O senador Wellington Fagundes explicou aos empresários e operadores de transportes rodoviários de cargas toda a dinâmica de funcionamento da Frenlog e destacou que uma das suas prioridades é a segurança jurídica para o setor. Somente dessa forma será possível assegurar, segundo ele, os investimentos que o Brasil precisa para avançar em logística, por meio dos modelos de concessão.


Fagundes é autor do Projeto de Emenda Constitucional 39/2015, que transforma o programa de concessões de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos em política de Estado. Se aprovada, a política de concessões passa a ser regida por uma lei complementar e não mais por leis ordinárias, que podem ser alteradas até mesmo por Medida provisória.


Após a reunião no Senado, o presidente da Frenlog participou de um almoço-palestra em um restaurante da Capital Federal, que contou com a presença do ministro do Yves Gandra Filho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST).  “Tenho certeza de que vamos avançar muitos nas propostas discutidas com os transportadores de cargas, especialmente pela necessidade de o Brasil avançar e responder a essa crise” – disse Fagundes, ao dar boas-vindas aos transportadores.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!