Boa noite. 12 de Dezembro de 2017
27°MIN. 
33°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Parcerias possibilitam curso e melhorias em unidade do Hospital Adauto Botelho

Fonte: SES-MT | Publicado em: 11/08/2017 às 09:03
  • Compartilhe


Foto: Anderson Acendino SES/MT A parceria para a realização das aulas práticas do curso dentro do hospital foi conduzida pelo diretor da unidade hospitalar João Botelho.

A partir do dia 21 de agosto a unidade 3, que trata de pacientes com dependência de álcool e drogas e que faz parte do Hospital Adauto Botelho, será a sala de aula prática para 16 alunos da primeira turma do curso de instalador hidráulico, realizado pelo SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) em parceria com a direção do Hospital, com o Juizado Especial Criminal de Cuiabá, e a empresa Amanco (indústria de tubos e conexões). O curso terá a duração de 100 horas, com aulas das 13 às 17 horas de segunda a sexta-feira.

 

Nas aulas práticas os alunos vão executar os serviços de melhorias nas instalações hidráulicas da unidade 3, com isso, a direção do hospital vai economizar até R$ 10 mil, caso tivesse de contratar uma empresa para fazer os trabalhos. “Não teremos custos com mão-de-obra e nem com os materiais”, disse o diretor da unidade hospitalar João Botelho.

 

A parceria para a realização das aulas práticas do curso dentro do hospital será conduzida pelo diretor, que viu nessa oportunidade uma forma de resolver as necessidades da unidade 3, além de promover a inclusão social dos alunos no mercado de trabalho por meio da qualificação profissional gratuita.

 

“Agradecemos ao SENAI e ao Juizado Especial Criminal por atender a nossa demanda e de nos permitir fazer parte desse importante projeto de inclusão social, proporcionando aos alunos uma nova oportunidade”, destacou Botelho.

 

A unidade 3 é composta de três enfermarias, sala de estudos de caso, refeitório, área de convivência e laboratório. Durante as aulas práticas, quando serão realizados os serviços nas instalações hidráulicas, o atendimento aos pacientes será remanejado para outro setor.

 

De acordo com o diretor Botelho a ideia de contemplar a unidade hospitalar foi das servidoras do Juizado Especial Criminal Nadir Maria Metzner e Gilda Rodrigues e aprovada pelo juiz Mário Roberto Kono de Oliveira. O Juizado ficará responsável pela seleção dos alunos, por meio do serviço de assistência social, e o SENAI ministrará o curso e emitirá certificado de conclusão. Já a indústria fornecerá todos os materiais necessários para as aulas práticas.

 

Antes do fim do ano, outra parceria, já em negociação avançada, deverá ser colocada em prática para contemplar mais uma unidade do Hospital Adauto Botelho, com a realização de curso de pedreiro de mestre de obras, que terá a duração de 300 horas, informou João Botelho. 




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!