Boa tarde. 26 de Setembro de 2017
°MIN. 
°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Zeca Viana apresenta projeto para melhorar transporte coletivo no interior

Fonte: Da Assessoria | Publicado em: 13/09/2017 às 13:54
  • Compartilhe


O deputado estadual Zeca Viana (PDT-MT) apresentou nesta terça-feira (12/09) um projeto de lei para incentivar a redução das tarifas de transporte coletivo no interior do estado e a renovação das frotas, estendendo os incentivos fiscais das empresas de transporte coletivo urbano de Cuiabá e Várzea Grande para o interior do estado de Mato Grosso.

 

Atualmente, as empresas de transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande contam com isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na aquisição de óleo diesel e de novos veículos para compor a frota. O benefício foi concedido pela Lei n° 10.235/2014, como forma de reduzir o valor da tarifa de ônibus na região metropolitana.

 

"Eu não estou aqui criticando o incentivo, mas estou estendendo, para que todos os empresários de transporte coletivo tenham esse mesmo benefício, porque eu não acho justo Várzea Grande e Cuiabá ser diferente de Rondonópolis, Sinop e outras cidades. Então, eu acho justo que seja estendido esses mesmos benefícios para todo o estado de Mato Grosso”, disse Zeca.

 

Conforme o deputado, a ideia do projeto é acabar com o tratamento diferenciado que tem sido concedido às empresas de Cuiabá e Várzea Grande em detrimento das empresas que atuam no interior.

 

“Nós estamos aqui fazendo uma política de igualdade para todos, porque se não a gente fica cometendo uma injustiça aqui contra os municípios do interior do nosso estado”, explicou Viana.

 

A expectativa final é que os incentivos ajudem a reduzir a tarifa do transporte coletivo nas cidades do interior, como Rondonópolis e Primavera do Leste, e promova a melhoria da frota, propiciando mais conforto aos usuários.

 

Ou, caso contrário, que seja extinto o benefício concedido às empresas de Cuiabá e Várzea Grande, gerando um tratamento isonômico aos transportadores de Mato Grosso.

 

Atualmente, o ICMS sobre o diesel gera uma arrecadação ao governo do Estado de aproximadamente 60 centavos por litro do combustível.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!