Bom dia. 24 de Outubro de 2017
°MIN. 
°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Cinco travestis são presas dentro de motel após briga com cliente em MT

Fonte: G1 MT | Publicado em: 06/10/2017 às 14:48
  • Compartilhe


Foto: Polícia Militar de MT Travestis foram detidas em Várzea Grande na madrugada desta sexta-feira (6), após confusão com cliente

Cinco travestis foram presas na madrugada desta sexta-feira (6) dentro de um motel no Bairro Potiguar, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, suspeitas de tentar roubar um cliente e desacatar policiais militares. A vítima, um homem de 41 anos, ainda teria sido agredida pelas travestis.


O G1 não localizou a defesa das suspeitas, que têm entre 20 e 31 anos de idade. À polícia, elas negaram a tentativa de roubo e disse que o cliente estava mentindo.


A recepcionista do motel, que fica na região do Km Zero, considerada a maior zona de prostituição do estado, foi quem acionou a Polícia Militar, alegando que um roubo estaria em andamento dentro de um dos quartos do local.


Ao chegar no motel, os policiais se depararam com o cliente, que estava com um corte na boca e havia perdido um dente, cercado por três travestis que discutiam com ele e detinham a chave do carro da vítima.


Segundo a PM, o cliente afirmou que as travestis haviam tomado a chave do veículo dele e exigiam que ele entregasse todo o dinheiro que possuía. Ao serem abordadas pela polícia, uma das suspeitas teria apontado o dedo no rosto do policial e passado a xingar a guarnição , além de chamar outras amigas que trabalhavam por perto para ajudá-la.


Os policias relataram terem pedido reforço para atender a ocorrência, ao se verem cercados por outras travestis que trabalham na região. A suspeita que estava mais alterada teria, então, ameaçado “acabar com a vida e a profissão” dos PMs.


Ao todo, cinco travestis foram presas, sendo que três delas foram autuadas por tentativa de roubo e duas, por desacato. Elas foram levadas para a Central de Flagrantes de Várzea Grande e ainda devem passar por audiência de custódia.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!