Bom dia. 19 de Novembro de 2017
22°MIN. 
28°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Programa leva mais saúde e segurança a alunos das escolas estaduais

Fonte: Seduc-MT | Publicado em: 17/10/2017 às 09:35
  • Compartilhe


O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (16.10) um amplo programa de combate à evasão escolar por meio do desenvolvimento da cultura de paz e ações que visam melhorar a saúde dos estudantes.

 

Com consultas gratuitas, atendimentos de psicólogos, assistentes sociais, aumento de rondas escolares e parcerias com os principais órgãos de segurança do Estado, o Anjos da Escola pretende melhorar, significativamente, os índices de evasão e ensino das unidades escolares.

 

O evento foi realizado na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá, e contou com a presença do governador Pedro Taques e dos secretários de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, e de Segurança Pública, Gustavo Garcia.

 

Inicialmente, o projeto irá atender 24 mil alunos de 24 escolas, sendo 20 de Cuiabá e Várzea Grande e mais três em Rondonópolis. Foram selecionadas as principais escolas e as com maior registro de problemas de evasão das três maiores cidades de Mato Grosso.

 

Taques ressaltou que o Anjos da Escola é uma ação pensada desde o plano de governo e uma das ações mais importantes do Estado, já que encara o problema da evasão escolar por meio de três áreas principais: Saúde na Escola, Paz na Escola e Mediação Escolar.

 

 

“Nós temos mais de 400 mil alunos no Estado e toda escola tem um percentual de aproximadamente 4% de estudantes com problemas de evasão escolar, de disciplina e o Anjos da Escola identifica essas pessoas, por meio de psicólogos, assistentes sociais e uma equipe multidisciplinar que traz esses alunos de volta pro ambiente escolar, por meio do Centro de Atendimento Anjos”.

 

Em Cuiabá, o Centro, instalado na EE Presidente Médici, conta com uma equipe multidisciplinar com psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, entre outros profissionais, para atender os alunos.

 

Saúde na escola

 

Segundo o governador, o programa abrange toda a esfera da evasão escolar e, por conta disso, conta com um eixo somente para tratar da saúde dos estudantes.

 

“Um dos grandes percentuais de evasão escola está nos problemas de visão, por exemplo. Para atuar nesta questão, teremos caminhão que fará os exames oftalmológicos e doar os óculos para os estudantes. Eu uso óculos desde os três anos, quando ele estava quebrado eu nem aparecia na escola, por isso, é tão importante para a criança”.

 

 

Conforme o secretário Marco Marrafon, a estimativa é que 15% dos estudantes tenham problemas de visão, que atrapalham os estudos.

 

A Secretaria também conseguiu realizar o serviço com o custo baixíssimo ao reformar um caminhão oftalmológico que não estava sendo utilizado. Além dos exames oftalmológicos, os alunos também participar de ações para melhorar a saúde bucal e auditiva.

 

Nesta segunda-feira, os alunos da EE Médici já realizaram os primeiros exames oftalmológicos. Segundo o médico Diogo Garcia Neto, os estudantes realizam um exame completo, que identifica desde as patologias mais comuns a problemas mais complexos.

 

“Se for detectado outro tipo de doença, como catarata e glaucoma, que são mais comuns em adultos, mas que podem ser encontrados em jovens também, nós já iniciaremos o tratamento e se for preciso, a cirurgia”, enfatizou.

 

 

Paz na escola

 

De acordo com Marrafon, a segurança dos estudantes e dos educadores é uma prioridade. Em função disso, o programa conta com o eixo Paz na Escola.

 

Segundo ele, os batalhões da PM irão adotar as escolas e intensificar as rondas na região das unidades, bem como realizar palestras, entre outras atividades.

 

“O Anjos, na realidade, é um grande programa de cidadania, que traz a comunidade para dentro da unidade escolar. Ou seja, a própria comunidade também vai ser capacitada, por meio de um curso de formação em polícia comunitária, quando poderá, em diálogos com os diretores, auxiliar as forças de segurança no processo das rondas escolares”.

 

Para o secretário, um dos diferenciais do projeto é o atendimento que os estudantes irão receber. “O estudante, que por exemplo, for suspenso por três dias, não vai ficar na casa dele esperando o tempo passar ou ficar na ociosidade. Ele vem pra Central de Atendimento, onde terá atendimento com psicólogos, assistentes sociais e participará de aulas de cidadania, para entender consequências pedagógicas, criminais e das consequências sociais que podem influenciar o futuro dele, ou seja, receberá um atendimento completo para ele ter um desenvolvimento melhor”.

 

Mediação Escolar

 

 

Conforme o coronel Marcos Roberto, coordenador da iniciativa, o terceiro pilar do programa é a Mediação Escolar, que visa resolver os principais conflitos dentro das escolas por meio de ações educativas e preventivas, evitando que as ocorrências se tornem mais graves e precisem de intervenções jurídicas.

 

“Muitos conflitos podem ser resolvidos dentro das unidades, mas em alguns casos não. O eixo Mediação Escolar visa identificar a responsabilidade de cada um em um possível conflito e resolvê-lo da maneira mais rápida e eficaz possível. Para isso, iremos às escolas, às casas dos alunos, pois queremos transformar estas crianças em grandes cidadãos, conhecedores dos seus direitos e deveres", afirmou.

 

Pró-Escolas

 

O Anjos da Escola faz parte do Pró-Escolas, maior programa de investimentos da educação de Mato Grosso, com um orçamento de mais R$ 360 milhões para a realização de melhorias na infraestrutura e ensino, a afim de reduzir a evasão escolar e melhorar os índices de aprendizagem.

 

O programa conta com a parceria do Ministério Público, Poder Judiciário-MT, Secretaria de Estado de Saúde, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Conselho Tutelar e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!