Bom dia. 19 de Novembro de 2017
22°MIN. 
28°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Modelo plus size afirma que é mais feliz após ter engordado: 'Aprendi a me amar'

Fonte: RedeTV! | Publicado em: 14/11/2017 às 08:03
  • Compartilhe


Foto: Reprodução/Instagram Antes e depois

Antes adepta de dietas extremas e treinos extenuantes, a modelo australiana La'Tecia Thomas, de 26 anos, afirmou que mudar seu estilo de vida e ganhar peso fez com que ela começasse a ter uma vida mais balanceada e ser mais feliz. 

 

La'Tecia, que agora mora em Los Angeles (Estados Unidos) e trabalha como modelo plus size, contou em entrevista ao programa "The Morning Show" que engordar ajudou-a a amar seu corpo novamente. "Eu ainda me exercito, mas sem obsessão sobre medidas e já não treino três horas por dia, todos os dias, como eu costumava fazer", afirmou ela. "Estou definitivamente mais feliz agora do que eu era antes - e mesmo se for perder peso agora, sei que estarei em um lugar melhor porque minha mente está num ponto saudável. E isso é muito importante".

 

Com mais de 435 mil seguidores no Instagram, La'Tecia diz que "há muita negatividade nas redes sociais, mas que coisas ruins vêm com coisas boas". "Há também muita positividade", completa. 

 

Segundo a modelo, que chegou a pesar 95 quilos, o novo estilo de vida tem inspirado suas seguidores, a maioria meninas adolescentes, que, muitas vezes, relatam que são vítimas de bullying por conta do peso, mas que se sentem confortadas por ela. "Para mim, isso é simplesmente incrível". 

 

Em setembro, a jovem publicou uma foto para mostrar a mudança e desabafou sobre como era infeliz e insegura sobre o próprio corpo ao tentar se manter nos "padrões de beleza". "Eu me lembro do quanto era infeliz na foto da esquerda", conta ela. "Tinha tantas inseguranças e me comparava com outras mulheres. Desde que mudei minha visão sobre a vida e aprendi a aceitar quem sou, eu sei que se por acaso voltasse a ser como antes eu seria muito mais feliz e agradecida pelo que tenho porque aprendi a me amar."Não há nada de errado em amar a si mesmo, não importa o seu peso. Sua saúde mental é tão importante quanto a física".

 

(Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!