Boa noite. 10 de Dezembro de 2017
25°MIN. 
33°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Montadoras brasileiras venderão carros zero no mercado paraguaio

Fonte: Agência Brasil | Publicado em: 30/11/2017 às 15:24
  • Compartilhe


Foto: Agência Brasil

Os governos do Brasil e do Paraguai lançaram uma política automotiva com o objetivo de oferecer às famílias paraguaias opções de carros zero por menos de US$ 10 mil. O programa foi lançado no início desta semana em Assunção, capital paraguaia, com a participação do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e do presidente do Paraguai, Horacio Cortes.

 

O programa Vehículo 0km para la Familia Paraguaya garantirá financiamento, por meio do Banco Nacional do Paraguai, para cerca de 20 mil veículos num período de 12 meses. O governo brasileiro espera que entre 5 mil e 10 mil carros fabricados no Brasil sejam comercializados por intermédio do programa.

 

O acordo foi feito com montadoras instaladas no Brasil para a venda de cinco modelos populares – Renault Kwid, Fiat Mobi, Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix.

 

Um dos pontos centrais do programa é que os carros zero têm garantia da montadora. O mercado paraguaio consome 80 mil carros por ano, dos quais 60 mil são veículos usados importados do Japão, dos Estados Unidos e da Coreia do Sul.

 

No período entre janeiro e outubro deste ano, as exportações brasileiras para o Paraguai cresceram 23,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de US$ 1,78 bilhão para US$ 2,19 bilhões. O país foi o 19º destino das exportações brasileiras neste ano.

 

No setor automotivo, entre janeiro e outubro, a corrente de comércio bilateral somou US$ 535 milhões (aumento de 63% em relação ao mesmo período do ano passado), com exportações no valor de US$ 370 milhões (aumento de 58,5%) e importações no valor de US$ 165 milhões (aumento de 68%).

 

No período, as exportações brasileiras de veículos (automóveis e comerciais leves, caminhões e ônibus) ao Paraguai foi de 10.915 unidades (US$ 121 milhões), o que representa crescimento, em quantidade, de 235,9% com relação a igual período de 2016.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!