Boa noite. 10 de Dezembro de 2017
25°MIN. 
33°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter


Valores investidos em serviços de saúde têm como referência a tabela do SUS

Fonte: SES-MT | Publicado em: 06/12/2017 às 15:03
  • Compartilhe


Foto: Gcom-MT/ Francisco Alves

A 11ª edição da Caravana da Transformação em Rondonópolis, iniciada no dia 3 de dezembro, tem como principal objetivo atender a demanda regulada pelos municípios, que englobam a microrregião de saúde de Rondonópolis, de pacientes a espera de serviços oftalmológicos. São serviços de consulta, exame de diagnóstico e cirurgias de catarata, pterígio, de correções, implante e Yag Laser. No total são 20 diferentes tipos de procedimentos cirúrgicos e sete tipos de exames.

 

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Luiz Soares, os valores de todos os procedimentos têm como referência os valores estipulados pelo Ministério da Saúde na tabela nacional de procedimentos, medicamentos e OPM (Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais) do Sistema Único de Saúde – SUS. “Essa referência de preços vem sendo mantida desde a primeira edição da Caravana da Transformação, iniciada em 2016, e representa uma economia significativa para o Estado e, para o usuário do SUS, o fim de uma longa espera por uma cirurgia”, ressaltou Soares.

 

De acordo com a tabela SUS, cada consulta custa R$ 10,00; os exames têm preços que variam R$ 3,37 a R$ 24,24. Já os procedimentos cirúrgicos custam entre R$ 24,68 até R$ 794,88.

 

A empresa 20/20 contratada para realizar os serviços de saúde fará o diagnóstico no período de 3 a 10 de dezembro e as cirurgias entre 4 e 17, devendo permanecer no município para dar assistência aos pacientes sob seus cuidados, nos prazos para o atendimento pós-cirúrgicos que ocorrem no primeiro, sétimo e 30º dia após a cirurgia. Caso o paciente precise de cirurgia nos dois olhos, a segunda operação deverá ser feita no retorno do segundo ao sétimo dia após a primeira cirurgia, esclareceu a Superintendente de Gestão Hospitalar e Ambulatorial, Selma Aparecida de Carvalho.

 

O investimento previsto para a realização dos serviços de saúde é da ordem de R$ 5.997.313,80 (cinco milhões, novecentos e noventa e sete mil, trezentos e treze reais e oitenta centavos). A execução do contrato é fiscalizada por equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) diariamente e a autorização para a realização dos procedimentos é dada por médico regulador da SES/MT, também diariamente.

 

Outra equipe de avaliação monitora a qualidade do atendimento, inclusive ouvindo os pacientes. As condições das instalações onde são realizados os serviços são fiscalizadas diariamente e antes e após o termino de cada dia de caravana, por técnicos da Vigilância Sanitária e Ambiental da Superintendência de Vigilância em Saúde da SES/MT, sendo que esse trabalho conta com a parceria de servidores da Vigilância em Saúde da Prefeitura de Rondonópolis. Os técnicos da Secretaria de Estado de Saúde estão em Rondonópolis desde o inicio da Caravana e devem retornar somente após a conclusão dos atendimentos aos pacientes.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!