Boa noite. 20 de Janeiro de 2018
23°MIN. 
35°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter
  • :
  • :


Deputado Nininho destaca a importância do novo sistema de linhas intermunicipais

Fonte: Da Assessoria | Publicado em: 13/01/2018 às 09:01
  • Compartilhe


Foto: Rafael Manzutti/ Sinfra

Nesta sexta-feira (12), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, participou juntamente com a comitiva do Governo do Estado da entrega dos novos ônibus que terão passagens mais baratas. A assinatura da ordem de serviço que autoriza o novo Sistema de Transporte Intermunicipal de Mato Grosso vai atender as linhas das regiões de Rondonópolis e Alta Floresta. O lançamento aconteceu na Rodoviária de Cuiabá.

 

O Novo Sistema de Transporte Intermunicipal de Mato Grosso é resultado do trabalho em parceria realizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos e Delegados (Ager). 

 

De acordo com a Ager, o processo para viabilizar o novo modelo de transporte intermunicipal foi proposto via termo de ajustamento de conduta com Ministério Público Estadual no ano de 2007, e somente na atual gestão o processo avançou.

 

Para o deputado estadual Nininho, que acompanhou de perto os procedimentos para realização do processo licitatório, os mato-grossenses além de passar a receber serviços de qualidade, as empresas concorrentes irão reaver os valores praticados.

 

“A população que utiliza o transporte terrestre merece serviços de qualidade com conforto e segurança, acredito que agora com a empresa Novo Horizonte vencedora da licitação, as demais empresas irão reaver a tabela de preços e também investirão nos serviços. Para se ter uma ideia a redução na tarifa das passagens podem variar de 30 a 40%, por exemplo, o passageiro que paga hoje de Cuiabá a Alta Floresta o valor de R$ 223,05 passa a desembolsar R$ 159,20, e de Cuiabá a Rondonópolis o custo atual que é de R$ 60,57 será de R$ 52,00”, explicou o deputado.

 

O parlamentar falou da importância de atender os usuários do transporte intermunicipal por meio das novas linhas de ônibus. “Cerca de 90% da população utiliza o transporte terrestre e 10% o transporte aéreo. A sociedade cobra as melhorias nos aeroportos, mas o transporte terrestre de qualidade também é muito importante para o desenvolvimento econômico do estado, e a população merece de fato, serviços de qualidade”, ratificou Nininho.

 

O deputado ainda lembrou da situação que se encontravam os antigos contratos. “O processo anterior estava vencido há 20 anos, as empresas estão inadimplentes com a taxa de regulação que deve ser paga à Ager. Quero parabenizar o governador Pedro Taques por ter alcançado mais uma ação que vai de fato fazer a diferença no cotidiano da população mato-grossense, sem falar da ampliação na oferta de empregos para o atendimento dos serviços”, pontuou o parlamentar.

 

Entenda como vai funcionar o transporte intermunicipal

 

O governo dividiu o sistema de transporte coletivo rodoviário em oito mercados (regiões), com duas categorias de serviços: uma básica e outra diferenciada, totalizando 16 lotes. O serviço diferenciado são as linhas diretas, que são as que atendem Rondonópolis e Alta Floresta. Já no serviço básico os ônibus fazem paradas em diversas localidades, conhecidos como “pinga-pinga”.

 

O diretor executivo da empresa Novo Horizonte, Isac Azevedo, que irá atuar nos mercados 2 (Rondonópolis) e 7 (Alta Floresta), comentou que a proposta da empresa é trazer qualidade com preços reduzidos. A Novo Horizonte está há 50 anos no mercado, possui 2.200 funcionários e atua em 13 estados. Para atuar em Mato Grosso, a empresa investiu na frota com 29 ônibus novos, gerando 200 novos empregos.

 

“A Novo Horizonte é uma empresa baiana que atua em 13 estados, inclusive em Mato Grosso. Estamos vindo aqui para atuar no intermunicipal nos mercados de Alta Floresta e Rondonópolis. A nossa proposta é trazer uma qualidade boa com tarifas reduzidas. São ônibus de dois andares, com wi-fi, carregadores de USB nas poltronas e o preço é o grande diferencial”, comentou o diretor executivo da empresa Novo Horizonte.

 

Com as concessões dos oitos mercados, o Estado pretende arrecadar cerca de R$ 200 milhões em outorgas. Na assinatura do contrato, a empresa Novo Horizonte desembolsou a primeira parcela da outorga no valor de R$ 7 milhões. Para atuar nos dois mercados ela deverá desembolsar cerca de R$ 30 milhões.




* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!