Boa noite. 22 de Fevereiro de 2018
21°MIN. 
30°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter
  • :
  • :


Diagnóstico precoce do câncer infantil pode salvar vidas

Fonte: Governo do Brasil com, Ministério da Saúde, do Inca e da Agência Brasil | Publicado em: 09/02/2018 às 16:52
  • Compartilhe


Foto: Kennedy Santos/Governo do Acre

Em 2018, 12,5 mil novos casos de câncer infantil devem ser diagnosticados no Brasil, indica o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Com a atenção dos pais e responsáveis a alguns sintomas comuns e assistência médica adequada, a doença pode ser identificada ainda no início, aumentando as chances de sucesso com o tratamento adequado. Em 80% dos casos, há chances de o câncer ser vencido.

 

De acordo com o Inca, os tipos mais comuns de câncer em crianças e adolescentes são a leucemia, que afeta os glóbulos branco, células que atuam na defesa do organismo; do sistema nervoso central; linfomas (no sistema linfático); neuroblastoma (no sistema nervoso periférico); tumor de Wilms (nos rins); e retinoblastoma (na retina).

 

Alguns dos sintomas de câncer são comuns em outras infecções frequentes na infância, como gânglios inflamados no pescoço e manchas roxas. Os pais, alerta a oncologista Isis Magalhães, diretora técnica do Hospital da Criança de Brasília José Alencar, não devem entrar em pânico, e os profissionais de pediatria devem estar preparados para identificar e diferenciar os sintomas de câncer, que apresentam comportamento diferente do normal.

 

“A leucemia afeta a medula óssea, a fábrica do sangue. Assim, os sintomas que aparecem são de falência de produção de sangue: a criança fica anêmica sem explicação, com uma frequência de infecção diferente e pode apresentar sangramentos e manchas roxas. Mas é diferente de hematomas na perna, por exemplo, porque são manchas em lugares não habituais”, explica.

 

No Hospital da Criança de Brasília, são recebidos entre 180 e 200 novos casos por ano. A quimioterapia dura em torno de dois anos, e os cuidados com a saúde da criança duram mais cinco anos após o tratamento. 

 

Diferentemente do câncer em adultos, não é possível realizar medidas preventivas, como exames de rotina e suspensão de hábitos como o cigarro. O câncer infantil tem crescimento rápido e não costuma ser localizado, mas tem maior chance de cura. “Nossa maior arma é o diagnóstico precoce, para que a criança esteja em melhores condições para iniciar o tratamento”, afirma a especialista.

 

Fique do olho nos seguintes sintomas que podem indicar câncer:

 

- Palidez, hematomas, sangramento e dor óssea

- Caroços e inchaços, em especial quando indolores e sem febre

- Inchaço na barriga

- Dores de cabeça persistentes e vômitos

- Perda de peso sem explicação

- Falta de ar ou tosse persistente

- Mudanças nos olhos, como perda visual e hematomas





* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!