Boa noite. 19 de Outubro de 2017
°MIN. 
°MÁX.
RONDONÓPOLIS - MT
  • Curta no Facebook
  • Siga no Instagram
  • Siga no Twitter







Heidy Lyana é jornalista, Digital Influencer e dona do perfil @cola_na_dy no Instagram, com mais de 250 mil seguidores. Um blog voltado para quem se preocupa com seu próprio bem-estar e quer estar de bem com a vida e com o espelho. Tudo isso dentro da realidade da maioria das mulheres brasileiras: mãe, esposa, dona de casa e profissional.


Foto: Reprodução @cola_na_dy

Eu já falei pra vocês no post anterior sobre a Dieta Dukan, dieta que fiz em 2013 para perder 18kg, após ter alcançado meu maior peso. Hoje eu vou falar da Lowcarb, que não é uma dieta apenas, mas um estilo de vida e foi a estratégia que usei para eliminar os quilos ganhados durante minha segunda gestação.
Para isso, fiz um "bate-bola com a minha nutricionista Dafiny Dure, especialista na Lowcarb.
 
1 - O que é a dieta low carb?
Nutri: Gostaria que as pessoas entendessem que é UMA DIETA DE CARBOIDRATOS BONS, EMPREGADOS EM HORAS CORRETAS DE ALIMENTAÇÃO. Nada tem haver com uma dieta ZERO carboidratos.Eles são importantes fontes de energia para o corpo , o que acontece é o exagero do consumo de pães, doces e industrializados que o contém.
 
2 - Não seria mais uma dieta da moda?
Nutri: Sabe-se que o primeiro livro de dieta foi escrito em 1863 por Willian Banting, onde ele dizia que quando diminuiu o consumo, principalmente das batatas (carboidrato muito consumido naquela época na europa), ele sentiu uma grande perda da sua "corpulência". Detalhe, ele não era médico e muito menos da área da saúde. A partir daí, começou a se ter vários estudos, e um dos pioneiros para nossos modelos de deitas low carb de hoje, ao contrário do que se pensa, não é o Dr. Atikns, e sim Dr.Pennington que publicou um artigo em 1953 intitulado: " O tratamento da obesidade com dietas caloricamente irrestritas."
Então dizer que se trata de uma dieta da moda é na realidade dizer que o titulo da dieta "LOW-CARB " sim pode ser a moda e não a dieta em si.
 
 
3 - Muitos dizem ser uma dieta muito restrita? Você concorda?
Nutri: Para nosso modelo de pirâmide alimentar até concordo, pois ela se baseou em carboidratos para se ter saúde e longevidade e sabemos que não é bem assim. Quando se retira a quantidade exagerada de carboidratos e os industrializados nos sentimos restringidos, mas, na realidade, estamos reféns da indústria e esquecemos de nos alimentar de uma forma mais natural e saudável, utilizando o que a natureza nos proporciona de forma generosa como os legumes, verduras e frutas. Abrimos pacotinhos e garrafas o dia inteiro, esquecemos o que é descascar , cortar e cozinhar. Acho que fica como alerta a toda população o que na realidade é se alimentar, que vai muito além de suprir desejos! É alimentar o desejo sim, mas da alma, mas o corpo e as nossas células também! E nada melhor do qua as coisas que a nossa natureza nos dá para se ter essa nutrição por completo.
 
4 - Qualquer pessoa pode fazer a Lowcarb?
Nutri: Sim! Qualquer pessoa pode fazer low-carb, pois não é apenas uma dieta, mas sim pode ser adotado como um estilo de vida! Não cortamos os carboidratos , comemos os melhores então não vejo restrições, o que vejo hoje em dia são variações da low carb com objetivos específicos ( atletas, praticantes de atividades físicas, para doenças crônicas etc) que não se aplicam a população de forma geral.
 
5 - E se eu não quiser fazer lowcarb para o resto da vida, posso usar apenas como estratégia de emagrecimento?
Nutri: Sim, é uma ótima ferramenta de emagrecimento, porém, conselho da nutri: Não retroceda a ser aquilo de ruim que se foi! Lógico que ninguém vive em uma bolha, vai se ter festas ,reuniões de amigos, comemorações e você irá sim comer o que lhe vem " a telha" ,mas pense que é exceção a sua regra de vida! Assim fica mais fácil e prazeroso.
 
6 - Que dicas você dá pra quem quer fazer lowcarb, mas tem muita dificuldade em deixar de lado o costumeiro arroz e feijão do almoço e o pão do café da manhã?
Nutri: São as falácias do Low-Carb! Quem disse que não se pode comer nosso arroz e feijão de cada dia? Um complementa o outro e pode sim estar na faixa de low carb que seu nutricionista calcular, o problema é o exagero. Já o pão, sabemos hoje que a farinha branca é pobre em nutrientes e não acrescentará nada ao corpo a não ser o açúcar transformado em gordura. Porém, ele é amado e faz parte de nossa cultura, se não usado diariamente e está dentro das suas estratégias nutricionais não vejo grandes problemas. Tudo tem a dose para se tornar veneno e remédio! Dica da nutri: Consulte sempre profissionais habilitados. A dieta do seu amigo (a) não serve para você! A individualidade biologia é para ser levada a serio, e nós profissionais da saúde prezamos por isso. Informe-se de tudo que pretende fazer!
 
 
Dafiny Dure é Nutricionista Funcional,Fitoterapia e Suplementação. Ela atende na Academia Líder de Artes ou vai até a sua casa e/ou local de trabalho.


* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!